Páginas

Depois Daquela Montanha - Charles Martin

23 de julho de 2018

Título:  Depois Daquela Montanha
Autor: Charles Martin
Páginas: 304
Ano: 2017
Editora: Arqueiro
Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira / Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse:
O Dr. Ben Payne acordou na neve. Flocos sobre os cílios. Vento cortante na pele. Dor aguda nas costelas toda vez que respirava fundo.
Teve flashes do que havia acontecido. Luzes piscavam no painel do avião. Ele estava conversando com o piloto. O piloto. Ataque cardíaco, sem dúvida.
Mas havia uma mulher também – Ashley, ele se lembra. Encontrou-a. Ombro deslocado. Perna quebrada.
Agora eles estão sozinhos, isolados a quase 3.500 metros de altitude, numa extensa área de floresta coberta por quilômetros de neve. Como sair dali e, ainda mais complicado, como tirar Ashley daquele lugar sem agravar seu estado?
À medida que os dias passam, porém, vai ficando claro que, se Ben cuida das feridas físicas de Ashley, é ela quem revigora o coração dele. Cada vez mais um se torna o grande apoio e a maior motivação do outro. E, se há dúvidas de que possam sobreviver, uma certeza eles têm: nada jamais será igual em suas vidas.
Resenha:

Mas o que eu vejo aqui é uma cápsula fechada que eleva a pessoa acima dos problemas terrenos e lhe dá uma perspectiva que ela não pode ter em terra. Onde ela pode enxergar com clareza.

Ben é um médico ortopedista e tudo o que ele mais quer é voltar para casa depois de um congresso.
Ashley é colunista em uma revista, e seu casamento será em alguns dias. O caminho dos dois acaba se cruzando no aeroporto, quando o voo deles é cancelado.
Os passageiros serão encaminhados para um hotel até que uma tempestade de neve passe, mas Ben realmente precisa voltar para casa, para a sua família, seus pacientes. Então ele acaba fretando um pequeno avião, e lembra que Ashley precisa ir embora também, pois em pouco será o dia de seu casamento. Ashley aceita e juntos embarcam nessa pequena aventura,o problema é que algo acontece e o avião cai. Agora os dois estão feridos,e  o piloto morreu, deixando apenas seu cachorro.

Ei, cachorrinho... Espere aí... não. Aí não. Tudo bem, pode lamber, mas não pule. Como é seu nome? Você está com medo? É... eu também. Não consigo lembrar o nome dele.

Ben ajuda Ashley como pode, mas ela está muito ferida e sente muita dor.Mas Ashley é uma guerreira e não perde seu senso de humor, sua calma e ferocidade. Ben cuida dos dois como pode, consegue sair para ver tudo em volta e sabe que precisa salvar Ashley.

– Nem acredito que estou deitada aqui deste jeito, com você me costurando, no meio de só Deus sabe onde, e estamos rindo. Acha que há alguma coisa errada conosco?
– Há uma boa probabilidade.

O problema é que ela não consegue andar, ele poderia ir embora atrás de ajuda, poderia deixar Ashley para trás, mas não é isso o que ele faz, bravamente ele leva Ashley por um longo e árduo caminho. Cheio de perigos, animais selvagens , nada de comida.

– Ah, e você nem vai acreditar no nome da floresta nacional em que estamos.
– Experimente me dizer. – Chama-se Floresta Nacional de Ashley.
Ela estava rindo quando cruzei a porta.

Ben e Ashley acabam criando um vínculo muito bonito de amizade, eles passam juntos por uma barra pesada, sem deixar de lado a empatia, a força. Depois daquela montanha  leva o leitor para uma paisagem linda, mas gelada, que em outra situação seria belíssima para apreciar. Esse livro fala de fé, esperança, amor , recomeços e segundas chances. Um livro que todos deveriam ler !

Acho que foi por isso que a convidei a ir comigo no avião. E por isso... por esse egoísmo... sinto-me eternamente arrependido... e eternamente grato. Esses 28 dias com você nas montanhas me lembraram de que o amor vale a pena. Por mais que doa.

5 comentários

  1. Oi Rogério.
    Parece que o livro é bem diferente do filme, o que é uma boa notícia, pois vi várias críticas negativas em relação a adaptação.
    Confesso que não me interessei muito pela sinopse. Parece que tem uma carga emocional um pouco pesada, já que aborda recomeços e segundas chances, e no momento estou buscando leituras mais leves.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá! Ainda não li o livro, parece ser uma história bem intensa, Ashley e Ben passarão por várias situações extremas hein, com certeza vou querer conferir e claro assistir ao filme também.

    ResponderExcluir
  3. Oi Rogério,
    Eu estava tão interessada no livro, até que vi o filme e me decepcionei. Sei que não devemos julgar um livro pelo seu filme, mas olha, senti que eles queriam colocar um romance onde o mesmo não devia existir, não simpatizei. Acho uma história linda, e espero que o livro me proporcione uma experiência melhor, pela sua resenha achei os dois bem diferentes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu obtenho o livro em minha estante e estou bem curiosa por essa leitura..O livro trás uma historia bem interessante e com uma trama onde os personagens precisão sobreviver..Gostei bastante e estou ansiosa para ler!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  5. Rogério!
    Estamos tão acostumados a ler romances que sempre achamos que os casais ficarão juntos, principalmente numa situação como a que os protagonistas estão passando, porque estão sós e isolados.
    Fiquei bem intrigada para ver como será esse final.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir