Quando a Bela Domou a Fera - Eloisa James

1 de fevereiro de 2018

Título: Quando a Bela Domou a Fera
Autor: Eloisa James
Páginas: 320
Ano: 2017
Editora: Arqueiro
Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira / Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse:
Eleito um dos dez melhores romances de 2011 pelo Library Journal, "Quando a Bela domou a Fera" é uma releitura de um dos contos de fadas mais adorados de todos os tempos.

Piers Yelverton, o conde de Marchant, vive em um castelo no País de Gales, onde seu temperamento irascível acaba ferindo todos os que cruzam seu caminho. Além disso, segundo as más línguas, o defeito que ele tem na perna o deixou imune aos encantos de qualquer mulher.
Mas Linnet não é qualquer mulher. É uma das moças mais adoráveis que já circularam pelos salões de Londres. Seu charme e sua inteligência já fizeram com que até mesmo um príncipe caísse a seus pés. Após ver seu nome envolvido em um escândalo da realeza, ela definitivamente precisa de um marido e, ao conhecer Piers, prevê que ele se apaixonará perdidamente em apenas duas semanas.
No entanto, Linnet não faz ideia do perigo que seu coração corre. Afinal, o homem a quem ela o está entregando talvez nunca seja capaz de corresponder a seus sentimentos. Que preço ela estará disposta a pagar para domar o coração frio e selvagem do conde? E Piers, por sua vez, será capaz de abrir mão de suas convicções mais profundas pela mulher mais maravilhosa que já conheceu?
Resenha:


AAAAAAAAAAAAAHHHH, mais um livro que eu iniciei a leitura e abandonei. Sim, eu já disse que odiava livros de época certo? Então, comecei a leitura desse livro, mas antes de terminar o primeiro capítulo, eu simplesmente o deixei de lado, que burra eu fui!

Bom, decidi ler e não pude ficar mais surpresa com essa releitura maravilhosa de " A Bela e a Fera".
Linnet está arruinada. Por um motivo bem idiota, afinal a sociedade só enxerga o que quer e o que lhe é conveniente né? Então, a fofoca é : que Linnet está grávida. Quando a pobre moça não sabe nem como a " ferramenta" masculina é. Seu pai fica possesso de raiva, afinal não esperava que a filha se parecesse com a mãe. Que apesar de amar o marido era muito infiel.
Pois bem, sua tia e seu pai acabam achando a solução de todos os problemas de Linnet, arranjando um casamento com o filho de um duque. Linnet viaja para Gales com o duque, para conhecer seu futuro marido.

Então, ela ia se casar com um gênio. Parecia que ele, quando desafiado, tinha a tendência a perder o controle, mas ela tinha confiança de que conseguiria lidar com ele


Piers Yelverton, é conde de Marchant, um médico genial, porém com um temperamento intragável. Piers tem uma cicatriz que deixa as mulheres longe, segundo as fofocas claro, ninguém poderia viver com aquele tipo de aberração. Desde o momento que se conhecem, eles trocam farpas. é uma delicia de acompanhar a interação entre eles.


–Vá devagar. Você vai fazer eu me sentir um aleijado.
 –Vou machucar seus sentimentos não existentes? – provocou ela.
[...]
Eu não estava pensando em casamento enquanto você me beijava.
Uma explosão rouca de risadas escapou dele.
– Nem eu.
– Então por que o faniquito de rabugice?
Ela soltou o braço dele.
– Por que sou um imbecil? – respondeu ele, cedendo.

A princípio o casal apenas se tolera, porém aos poucos eles criam uma forte ligação. Piers sente ciúmes de Linnet e não quer que ninguém a toque, mas ele é sempre rabugento com ela. Mesmo assim, ele acaba a levando para seu "refúgio", uma piscina de água salgada, que ele usa para exercitar sua perna e sentir menos dor. Piers não suporta o duque, mais conhecido como seu pai, então ele acaba sendo rude com seu pai sempre que pode, e Linnet até diz que ele precisa se libertar do ódio e perdoar o pai. É, ela se mete muito nas coisas. Temos vários personagens secundários que são extraordinários, como : Sébastien , os patinhos, o cachorro Ruffus, Gavan, a enfermeira Matilda e muitos outros, que deixam a história leve e divertida.

Venha cá, então – disse ele, passando a mão pelo colchão. – Hora de uma consulta particular com seu médico preferido. Me conte sobre o sentimento terrível provocado por aquele demônio sedutor que se aproveitou de você.
Ela riu.
– E eu preciso sentar na cama para contar a você sobre isso?
– Como é que vou analisar a lesão sem examiná-la? – perguntou ele sensatamente. – Um exame de perto.

Quando esses dois finalmente decidem se entregar, as coisas esquentam. Eles se entregam sem amarras um ao outro. Piers acaba pisando na bola com Linnet e precisa ir procurá-la. Não vou contra mais nada para não perder a graça. Mas já vou dizer: Livro MARAVILINDO, delicioso de ler, divertido e tudo mais! Não perca tempo que nem eu e corre pra leeeeeeeeeer!!!

Leitura mais que recomendada! Beeeeeeeeeeeeeeejinhoooos :*


12 comentários

  1. Olá! Saudações literárias, tudo bem com você? Cara, já fiz isso de abandonar determinada obra e depois voltar e ser surpreendido. Adorei sua resenha e seu entusiamos em falar todos os aspectos da obra em questão me atraiu pra ler com toda certeza. Dica anotada!

    ResponderExcluir
  2. Olá Yohanna,
    Comecei a ler romances de épocas recentemente e gostei.
    Tenho muita curiosidade ler ler esse livro. Primeiro que é uma releitura da Bela e a Fera ( que é um dos meus contos de fadas favorito). E fora vários comentários positivos que eu ouvi desse livro.
    Gostei de saber que um dos protagonista foge do esteriótipos presente nos livros e que a autora fez um bom trabalho com os personagens secundários.
    Espero ler esse livro em breve.

    ResponderExcluir
  3. Oi
    Eu amo romances de época, mas sempre que falam em releitura de A bela e a fera fico com o pé atrás, porque é meu desenho favorito da Disney e a maioria que eu vi me deixou decepcionada. Porém, pela sua resenha acho que ele não tem tanta semelhança assim deixando de lado alguns fatores.
    Se puder quero conferir de perto.
    Beijo
    Raquel machado
    Leitura kriativa
    Http://leiturakriativa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Yohanna!
    Já estou com esse livro na listinha dos desejados, qro mto conhecer essa releitura, amei essa capa tbm, é lindíssima!
    Tenho acompanhado mtas resenhas sobre ele e espero mto conseguir ler em breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Yohanna.

    Ainda não conhecia a obra mas adorei a forma como você expôs em sua resenha.
    Às vezes também faço o mesmo que você, abandonar um livro logo no início e quando enfim resolvo ler me arrependo de não ter feito isso antes rsrs.

    Adorei a indicação. Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li nem um livro da autora Eloisa James, mas tenho curiosidade em ler alguns livros dela. Pela sua resenha a história deste livro parece ser muito boa, eu gosto de livros de romance de época, então acredito que irei gostar da história deste livro. Pretendo ler Quando a Bela Domou a Fera em breve.

    ResponderExcluir
  7. Yohanna, que bom que você resolveu dar mais uma chance ao livro e prosseguiu com a leitura, esse livro é om demais. Feliz mais ainda por você ter gostado tanto! E, tenho que concordar com você: "Livro MARAVILINDO, delicioso de ler, divertido e tudo mais!" (rs). O próximo livro, Um Beijo à Meia-Noite, também é delicioso e espero que você curta tanto quanto curtiu esse.

    Um beijão!

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li nenhum romance de época. Ouço maravilhas a respeito, mas nunca tive um super interesse. Também já abandonei alguns livros ou dei aquela enroladinha básica pra ler e quando peguei foi ótima a leitura. Espero terminar (ou recomeçar) alguns livros que eu abandonei e espero me surpreender. Em alguns eventos literários que eu já fui ouvi que os romances de época são aquele clichê gostoso onde você sabe exatamente com quem a personagem vai ficar, onde você apenas quer ver o desenrolar disso tudo. Saber como vai acontecer e se encantar com os personagens. Gostei dos quotes e adorei isso de "faniquito de rabugice". Outra coisa que eu ouvi bastante é que os romances de época tem uma linguagem engraçada e que é bem divertido.

    ResponderExcluir
  9. Oi Yohanna!
    Acho que é a primeira resenha tão "empolgada" que leio do livro, rs. A bela e a festa é meu conto favorito, então quando vi esse livro tinha certeza de que queria ler, a princípio achei que não teria tantas características do conto original, mas sabendo como o Piers é e suas cicatrizes, parece bem próximo da história, fora que me intriga saber como o protagonista as conseguiu. De fato, o livro parece ser lindo, quero mto ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. EU adoro romances de época, mas não curto muito releituras, então estou num misto de "quero ler, mas não quero ler", vai entender, fora isso o livro tem recebido boas criticas dos leitores, fora que a autora é excelente, que bom q vc deu uma nova chance
    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? Como assim você abandonou?! hahaha como fã de romance de época, confesso que ainda não sei o porquê de não ter lido-o ainda heheheh Espero mudar isso me breve, até porque só vejo elogios por ai. Adorei a sua resenha <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Ola, eu já li esse livro ano passado e eu amei agora lendo a sua resenha fiquei com vontade de ler novamente. Sua resenha está maravilhosa

    ResponderExcluir