Páginas

A Lady de Lyon - Julie Garwood

22 de fevereiro de 2018

Título: A Lady de Lyon
Autor: Julie Garwood
Páginas: 464
Ano: 2018
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Erótico / Literatura Estrangeira
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse:
Julie Garwood, aclamada autora dos best-sellers Esplendor da honra e Um amor para Lady Johanna, traz novamente uma inesquecível história
de amor...
Christina Bennett causou furor na sociedade londrina. A arrebatadora beldade esconde com sucesso o segredo de seu misterioso passado até a noite em que Lyon, o Marquês de Lyonwood, rouba-lhe um beijo ousado e sensual. O arrogante aristocrata com coração de pirata prova o gosto do fogo selvagem que arde por baixo do charme indiferente de Christina e anseia por possuí-la
intensamente.
Mas a destemida e insolente Christina não será conquistada com tanta facilidade. Dona do próprio coração e de sua fortuna, ela resiste às sensuais carícias de Lyon. Ela se atreve a não se render ao seu amor... pois, se o fizer, também terá que abrir mão de seu precioso segredo... e de seu destino prometido!
Resenha:

Heeey moooooooooooores! Como estão ?
Bom, vim com maaaaaaaaais romance de época! UHU!

 Então, ela olhou para ele. Seu olhar era direto, inabalável, cativante. Lyon não conseguia se lembrar de seu próprio nome.

Vamos falar de " Julie Garwood", esse é o segundo livro dela que tenho prazer de ler,porém eu me sinto meio burra, é sério!Eu fico totalmente, literalmente perdida nos primeiros capítulos! O que essa sinopse tem a ver com... uma criança escandalosa, índios e espíritos ? Nada né? Então eu acabo lendo os primeiros capítulos e depois  tenho que iniciar a leitura novamente até pegar o jeito.

Iniciamos a leitura lá em 1797, Christina é uma mocinha de cabelos louros e olhos azuis, ela e sua mãe passaram por maus bocados no início de sua vida, após um trágico acidente, sua mãe morre. Por acaso , ou destino, ela acaba nos braços de Alegria, que havia sido levada de sua tribo pelo inimigo. E quando Alegria pensa que irá perder seu pequeno Águia Branca, surge Jessica para lhes salvar. É aí que Alegria e Jessica prometem que independente de qualquer coisa, uma sempre irá cuidar do filho da outra.
Os índios não tem uma relação boa com os brancos  e vice-versa , então o ódio é mútuo. Quando Alegria finalmente consegue retornar para sua aldeia, a criança branca não é vista com bons olhos, mas depois de algumas revelações, todos acabam aceitando.

Já em 1814, Christina sai das terras dos Dakotas e vai para a Inglaterra, e ela fica conhecida como princesa, pela sua maneira impecável de agir com todos.Christina é uma mulher linda, que consegue olhares por onde passa. Sua beleza nunca passa despercebida. Todos estão curiosos para saber sobre o passado da moça, mas aparentemente ela não possui um. Ela tem uma força incrível e tem uma coragem admirável.

O Marquês de Lyonwood é um homem que vive a vida de acordo com suas próprias regras. E pouco se preocupa com o que a sociedade pensa. Ele tem um visão um tanto cética quanto às mulheres. Em um baile com seu amigo o Conde Rhone, ele acaba vendo Christina e algo nela, desperta o interesse do Marquês.  Ao conhecê-lo, Christina acaba perdendo um tanto de sua compostura e o diálogo entre entre o casal é extremamente divertido e sensual.

O sorriso dele poderia derreter a neve. Christina estava tendo dificuldade em manter a tranquilidade. Tudo que ela queria pensar era na forma como Lyon a beijara, e sua maior ambição era encontrar uma maneira de fazê-lo beijá-la novamente.

Lyon fica totalmente intrigado e quer saber mais sobre Christina, ela por sua vez, se sente totalmente atraída por ele. A tia de Christina, é uma megera sem igual, é sério, por diversas vezes eu quis matá-la, sempre rude e planejando fazer maldades contra tudo e todos. Ela só decidiu tomar conta de Christina, porque acha que irá ficar com a fortuna herdada pela moça. Então quando as coisas fogem de seu controle, Patrícia planeja algo para Christina. Ainda bem que Lyon está lá para protegê-la, não que ela de fato precisasse de proteção.
Lyon e Christina embarcam numa história linda e cheia de cumplicidade e amor. O casal é fogo puro, Lyon é incrível, Christina é tão corajosa e carinhosa que é difícil não se apaixonar pelos dois.


De repente sua garganta estava tão apertada que ela mal conseguia falar. Lyon estava sendo tão vigoroso quanto um guerreiro. Que Deus a ajudasse, mas ela poderia facilmente se apaixonar por aquele inglês.
[...]
Ela tinha tido a audácia de dizer-lhe que ele poderia vir a se apaixonar por ela. Lyon sabia a verdade. Que o céu o ajudasse, porque ele já estava apaixonado por ela.

Mais uma vez, me vi perdida em uma leitura encantadora, cheia de aventura, ação, romance e muito mistério. Não deixe de conferir esse romance MARAVILHOSOOO!

Beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeijos :*


7 comentários

  1. Capa maravilhosa!
    Namoro esse livro desde o lançamento, fora que o enredo ´ta lindo demais, qro mto conseguir ler esse livro, espero que não demore...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi Yohanna!
    Já havia colocado o livro na lista de desejados quando lançou, e agora tenho mais certeza de que pretendo ler.
    Achei a protagonista fora do comum para a época em que o livro se passa, e sabendo que a narração intercalada entre o presente e o diário de sua mãe biológica, eu gostei mais ainda, achei interessante saber mais do passado de Christina. Não sei se Lyon será o mocinho que eu espero, ele parece um tanto pretensioso, mas acredito que durante a leitura irá me conquistar...
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ainda não conhecia o livro e nem li nada da autora.Fiquei interessada demais a historia, creio que este fato de ter essa grande mudança de vida da personagem, a relação com os outros personagens que a cercam, e esta trama cheia de ações e romance, são aspectos que me fizeram adicionar o livro à lista de desejados.

    ResponderExcluir
  4. Adoro romances de época, ainda não tinha lido nada sobre esse.
    Não lembro de ter lido algum romance de época que envolvesse índios, acho interessante a proposta e o enredo cheio de romance e ação.

    ResponderExcluir
  5. Acho a moça dessa capa bem parecida com a atriz Emilia Clarke. Logo no início da resenha soltei umas risadinhas porque realmente as vezes a sinopse não entrega algumas coisas e quando começamos a ler acabamos nos perdendo um pouco na leitura. Acontece coisas que não esperávamos, mas acho que isso serve para nos surpreendermos. O livro parece ser divertido e tem elementos diferentes do que já vi em algumas resenhas. Não é um livro que eu leria agora, mas gostei de saber mais sobre ele.

    ResponderExcluir
  6. Olá Yohanna,
    Eu tinha lido a sinopse desse livro e fiquei curiosa em ler ele. Comecei ler romances de época recentemente e estou procurando indicações para ler (até agora só li os da Julia Quinn)
    Parte do que vc colocou na sua resenha não está na sinopse e eu fiquei curiosa pra saber o que vai acontecer e tem quero conhecer os personagens.
    Espero conseguir ler esse livro em breve.

    ResponderExcluir
  7. Yohanna!
    Já gostei porque o livro se passa em uma Londres do século XXI, amo romances que são ambientados nesse século.
    Gosto dos bailes, dads vestimentas, da culinária, fico encantada quando um livro é bem descritivo nesse aspecto e claro que o romance...parece ótimo.
    “Eu escolho um homem que não duvide de minha coragem, que não me acredite inocente, que tenha a coragem de me tratar como uma mulher.” (Anaïs Nin)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir