Páginas

O Ar Que Ele Respira (Elementos #1) - Brittainy C. Cherry

17 de agosto de 2018

Título:  O Ar Que Ele Respira
Autor: Brittainy C. Cherry
Páginas: 308
Ano: 2016
Editora: Record
Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira / Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse:
Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.


Resenha:



" Era muito óbvio o que ela significava para mim, era claro o motivo de eu sempre a querer por perto. Ela era simplesmente o ar que eu respirava."
E aí amores, tudo bom com vocês ? Hoje trouxe a resenha de um livro que eu simplesmente sou apaixonada! Uma história que fica sob a pele do leitor, um livro intenso, marcante. Que fala sobre perdas, encontros, dor e claro amor, acima de tudo amor.

" A dor era assustadora, perigosa, real, boa. Eu me sentia muito bem, de uma forma terrível. Céus, como eu adorava aquilo. Muito. Porra, eu adorava a dor."

Elizabeth perdeu seu marido depois de um acidente de carro, mesmo que tenha passado um ano, a dor ainda é muito forte, ela tenta não desabar porque tem sua pequena filha, Emma. Após a morte de seu marido, ela passa um período na casa de sua mãe,mas ela sabe que precisa seguir em frente com sua vida, então decide voltar para sua casa., é quando ela conhece Tristan.
Tristan perdeu duas pessoas que amava muito e se culpa por isso, ele acha que não tem o direito de ser feliz. Vive amargurado e triste, tem apenas seu cachorro como companheiro. E conhece Elizabeth quando ela atropela Zeus. Tristan age como um grande babaca, mas Elizabeth não se deixa abalar. Tristan é temido na cidade, todos o olham com medo, afinal ele é bem diferente, as pessoas temem que ele possa fazer algo de ruim. Mas Elizabeth vê nos olhos de Tristan que ele sofre, sente sua dor, e tenta ser amiga dele, é óbvio que não é fácil,mas Elizabeth não desiste.

" Sua reação demonstrava que ele ainda estava vivo, ainda respirava. Às vezes, a pior parte de existir sem a pessoa que amamos é ter que se lembrar de respirar."

Os diálogos entre os dois arrancam várias risadas, Tristan é intragável, e isso o torna divertido e fofo. O livro é narrado pelos dois personagens, o presente por Elizabeth e Tristan narra os acontecimentos em sua vida até o momento em que perde tudo.
Uma personagem que eu fiquei apaixonada foi Faye, amiga de Elizabeth, ela é muito divertida e elétrica, é impossível não gargalhar com as loucuras dela.

" - Matty, me diga que você está vendo o mesmo que eu e que não estou tendo alucinações por causa das drogas que usei antes de vir trabalhar."

Com muita garra, Elizabeth acaba conseguindo transpor o muro que Tristan constrói ao seu redor e assim eles iniciam um "relacionamento totalmente destrutivo", onde transam pensando nas pessoas que perderam e ainda amam muito. É claro que depois de um tempo eles percebem, que isso não pode dar certo, então iniciam de verdade um relacionamento. Mas um segredo vem à tona, uma pessoa em que Elizabeth confiava acaba mostrando quem de fato é , e as coisas entre ela e Tristan acabam.
Bom, me emocionei muito durante a leitura desse livro, a dor dos personagens é palpável, a forma que eles lidam com o luto, e como se deixam ser felizes novamente, traz lágrimas aos olhos do leitor. Se ainda não leu, cooorre que é sucesso!

Beeeeeeeeeeeeeeijos , até a próxima resenha!

5 comentários

  1. Sou apaixonada por histórias como a do casal acima. Que trazem o passado na carne, com suas dores, suas angústias e traumas vividos.
    E no caso do livro em questão, os dois personagens carregam seus fardos, nada fáceis, mas também nada impossíveis de serem derrubados, com? Amor!
    A capa deste livro é linda demais e morro de vontade de conhecer as letras desta autora que tem sido uma das mais queridas no momento.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Yohanna
    Sou apaixonada pelas obras da Brittainy porque ela tem uma maneira de fazer a gente simpatizar com os personagens que não tá no papel. É um livro rico, cheio de lições e lindo, que fala sobre família e superação. Eu amei ele!
    beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá Yohanna!
    Tenho o segundo livro e estou frustrada pq ainda não consegui o primeiro pra ler...Fico acompanhando e cada vez mais as resenhas me deixam com vontade de conhecer a escrita da autora.
    As capas são lindas!
    Espero conseguir ler um dia!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Olá! Eu li o livro e me emocionei bastante, a Brittainy consegue passar muita emoção para os seus personagens, e é praticamente impossível terminar a leitura de um dos seus livros com os olhos secos. A construção do relacionamento da Elizabeth e do Tristan é realmente muito bonita de acompanhar, ambos estão tão quebrados e se esforçam tanto para conseguir seguir em frente, além de todo esse romance ainda há o plot twist que deixa a história ainda melhor.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu ouvi tanto sobre esse livro e a serie que estou bem curiosa em ler. Obtenho o primeiro e o segundo livro e espero compra os outros para iniciar a leitura. A historia e bem envolvente.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir