Páginas

A Duquesa Feia (Contos de Fadas #3) - Eloisa James

2 de outubro de 2018

Título:  A Duquesa Feia
Autor: Eloisa James
Páginas: 272
Ano: 2018
Editora: Arqueiro
Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira / Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse:
Baseado na história O Patinho Feio, esse é o terceiro volume da série Contos de Fadas.
Como ela ousa achar que ele a ama, quando Londres inteira a chama de Duquesa Feia?
Theodora Saxby é a última mulher com quem se poderia esperar que o lindo James Ryburn, herdeiro do ducado de Ashbrook, se casasse. Mas depois de um pedido romântico feito na frente do próprio príncipe, até a realista Theo se convence de que o futuro duque está apaixonado.
Ainda assim, os tablóides dizem que a união não durará mais do que seis meses.
Em seu íntimo, Theo acredita que os dois ficarão juntos para sempre… até que ela descobre que o que James desejava não era seu amor, mas seu dote.
E a sociedade, que primeiro se chocou com seu casamento, se escandaliza com sua separação.
Agora James precisará enfrentar a batalha de sua vida para convencer Theo que ele amava a patinha feia antes que ela se transformasse em cisne. E Theo logo descobrirá que, para um homem com alma de pirata, vale tudo no amor – e na guerra.


Resenha:


Mas ninguém lhe ensinara – e ele jamais imaginara ser necessário aprender – como trair a única pessoa com quem se importava na vida. A única pessoa que realmente o amava. E como partir o coração dessa pessoa – no dia seguinte ou dentro de cinco ou dez anos. Porque Daisy um dia saberia da verdade. Ele tinha certeza absoluta: de algum jeito ela descobriria que James fingira estar apaixonado para que ela se casasse com ele... e nunca o perdoaria.

Oi amooores! Tudo bem com vooocês ? Hoje teremos resenha do terceiro livro da série Contos de Fadas, da diva Eloisa James!! Então vamos para mais romance de época!!

Desde a morte de seu pai, Theodora e sua mãe moram na casa de James, pois o pai dele ficou responsável pelas duas e também pelos bens. Então os dois criaram um forte laço, sempre se trataram como irmãos, unha e carne. Theodora, diferente da maioria das damas jovens, não é uma beldade, mas ela é uma moça muito simpática, enérgica e inteligente. Sua mãe a obriga usar vestidos que e nada combinam com sua silhueta, o que dificulta bastante as coisas. Como Theodora considera muito James, pede que ele finja estar cortejando-a, para que assim, ela possa chamar a atenão dos cavalheiros solteiros. Porém, antes disso, o pai de James conta a ele que anda usando a fortuna de Theodora, e que ele precisa se casar com ela. É claro que James fica extremamente indignado com o pai, mas também receoso, afinal o pai pode responder por isso. O pai de James é um viciado, acabou gastando e muito a fortuna de Theodora.

Só depois de James praticamente sair correndo do quarto Theo se sentou na cama e pensou no que tinha visto . Ela já vira aquele volume específico sob as calças dos homens. No entanto, foi um choque ver o de James . Ela não pensava nele naqueles termos. Então, de repente, pensou.

Mesmo sem querer, James acaba "seduzindo" Theodora, o problema é que nem tudo é fingimento, James descobre que realmente ama Theo e a quer para sempre ao seu lado, quer fazê-la feliz. Então, mesmo com várias fofocas e claro a mídia sendo bem maldosa, os pombinhos se casam. E tudo está muito bem, até o pai e James aparecer e acaber contando tudo. Theo escuta a conversa e fica com muita raiva de James, com razão é lógico. Já vou logo defendendo James, apesar de ter feito algumas coisas pelos motivos errados, ele realmente ama Theo, de uma forma que ele sequer podia imaginar. Então, por amar Theodora, ele vai embora. E permanece longe por longos anos.

Ele não podia entender como tinha conseguido viver sem ela por sete anos. Ela era como a luz do sol. Como água e alimento.

Quando Theodora começa a pensar em se casar novamente e finalmente ter uma família, James reaparece, querendo sua esposa de volta. Simplesmente um livro adorável! Não consegui largar até chegar ao fim, um história romântica, sensível e muito divertida!
Se eu recomendo ? Mana correee pra ler !!!

Foi a primeira de muitas canções que James cantou para o primeiro filho, e para o segundo, e para o terceiro, e para o quarto. As crianças sabiam que o pai não gostava de cantar. Mas também sabiam que, se a mãe pedisse... Bem, o papai nunca dizia não para ela. Assim, a família dançou e cantou junto –um pirata e uma duquesa, um duque e uma artista, um homem e uma mulher –por muitos dias e pelas estradas de uma vida longa e feliz.

4 comentários

  1. Yohanna!
    Bom ver que a autora continua fiel a construção das personagens que se tornam envolvente.
    Tão bom quando não esperamos muito de uma leitura e ela é melhor, mesmo que tenha sentido falta dos personagens anteriores.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Tenho acompanhado esta saga dos contos de fadas em suas releituras incríveis desenhadas pela mão da talentosa Eloísa e a cada livro lançado, me apaixono mais.
    Por tudo que tenho lido a respeito deste novo trabalho, dava a entender que não era o melhor livro até este momento,mas acredito que cada livro seja muito particular em sua relação com o leitor.
    Uns amam, outros apenas gostam!
    Eu sei que quero muito ler desde o primeiro!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Sou louca pra começar essa série, e esse livro foi o que mais me chamou atenção. Já fiquei apaixonada por James e Theo e ao mesmo tempo super aflita imaginando como a Theo se sentiu pensando que o marido só havia casado com ela por interesse. Já torço por esse casal loucamente kkkkk

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu já li resenha desse livro e vi vários comentários positivos sobre ele..Apesar de ser uma releitura de um conto clássico, deixa o leitor curioso para ler..Quero muito poder ler os livros dessa autora.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir