Páginas

Salva Por Um Cavalheiro (As Irmãs Cynster #2) - Stephanie Laurens

18 de janeiro de 2018

Título: Salva Por Um Cavalheiro
Autor: Stephanie Laurens
Páginas: 352
Ano: 2017
Editora: HarperCollins Brasil
Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira / Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: Londres, 1829.
Impetuosamente sequestrada do baile de noivado de sua irmã Heather Cynster com o Visconde Breckenridge, Eliza desperta em um coche estranho a caminho de Edimburgo… Após passar 3 dias e 3 noites sedada, ela fará de tudo para escapar — nem que precise fingir estar desacordada para enganar seus algozes ao longo do percurso.
Enquanto percorre os prados escoceses pensando em pergaminhos a serem decifrados e em uma esposa com quem possa compartilhar a vida, o erudito Jeremy Carling é pego de surpresa ao ver uma mulher gritando desesperada de dentro de um coche. Parecia alguma conhecida… Alguém a quem fora apresentado em um salão londrino… Mais precisamente… Eliza Cynster!
Apesar de não ser nenhum herói, e sim um especialista em hieróglifos de grande prestígio, seu código de cavalheiro jamais permitiria ignorar uma dama aflita! Mas o perigo os espreita sorrateiramente na forma de um lorde misterioso que insiste em se apoderar de uma das irmãs Cynster. Um confronto à beira do penhasco colocaria um ponto final aos ardis do vilão oculto? Ou seria o momento certo para Eliza e Jeremy ousarem assumir um amor que nasceu em meio a tantos percalços?
Em “Salva Por Um Cavalheiro”, Stephanie Laurens presenteia seus leitores com a apaixonante história de Eliza, a segunda irmã Cynster, e Jeremy. Ao longo das estradas, vales e montanhas que ligam Edimburgo a Londres, a autora desenvolve uma narrativa audaciosa com personagens sedutores em uma trama de mistério capaz de prender a atenção até a última página.
Resenha:

Um bilhete misterioso. Uma dama raptada. Um herói inusitado. 


Poooooois muito beeem ! Resenha de livro de época! YAAAY !

Segundo livro das irmãs Cynster, aqui temos uma história parecida com a do primeiro livro. Mas só um pouco, e vou dizer porque eu gostei muuuito desse livro.

Um coche. Estava em um coche, sendo levada...

Eliza é o contrário de sua irmã mais velha, ela é mais delicada e menos corajosa. Porém ao receber um bilhete num baile, ela acaba indo ao encontro da pessoa que o enviou. Ao fazer isso, ela é drogada e sequestrada. Quando acorda, percebe a situação em que se encontra, ela sabe que nada pode fazer para reverter isso, primeiro: eles estão viajando por estradas praticamente desertas, segundo: os sequestradores não a deixam acordada tempo suficiente para pedir ajuda.
Mesmo não sendo a mais aventureira das Cynster, Eliza quer dar um jeito de sair da situação.
Scorpe foi contratado para sequestrar Eliza, ele é famoso por nunca falhar e por ser letal. Diferente dos primeiros sequestradores, eles são bem focados, e não dão mole para Eliza.
Jeremy é um homem estudioso, prefere descobrir novas línguas e passar vários dias em uma biblioteca, não costuma frequentar os bailes da sociedade londrina. Ele é conhecido por ser um erudito. Por acaso seu caminho cruza com a carruagem de Eliza, que consegue transmitir sua mensagem de socorro. A princípio ele demora para reconhecê-la, mas assim que o faz, decide que irá ajudá-la de alguma forma. Afinal ele sabia que Heather já havia sido sequestrada antes.

" - Vamos lá, meu velho. De volta pelo caminho por onde viemos.
Virando a charrete na estrada vazia, ele acertou um ritmo para Jasper, depois incitou-o a aumentar a velocidade.
 —A fronteira nos espera e, depois, a Escócia.
Podia ser um erudito distraído, mas tinha uma donzela em perigo para salvar."

A partir desse breve encontro, as coisas começam a ficar muuuuito boas. Diferente do primeiro livro, Eliza quer apenas fugir sem olhar para trás. Jeremy é um homem que usa a inteligencia e não a força. Todos os seus planos são bem arquitetados com uma mínima chance de dar errado.
Ao fugirem, Eliza e Jeremy acabam se conhecendo melhor e se conectado mais a cada dia que passa. O casal não tem nenhum tipo de frescura ou medo de ficar juntos. Eles se jogam na relação e esperam para pensar sobre isso no futuro. Eles vivem o presente e só.

Uma parte sua, da dama da sociedade, ainda estava um pouco surpresa com isso, mas não tinha mais dúvidas em sua mente; independentemente das consequências de seu estranho sequestro, foi através dele que ela encontrou seu herói.

Acho que foi exatamente por eles serem tão " descomplicados" que gostei mais desse do que do primeiro. A leitura me prendeu do início ao fim, me deixando curiosa para saber quem de fato é o mandante, que as vezes parece mau, mas em outras parece ser bom. Leitura mais que recomendada!

Beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeijos :*

Nenhum comentário

Postar um comentário