Páginas

Ventos Nômades: Contos - Manuela Marques Tchoe

23 de janeiro de 2018


Título: Ventos Nômades: Contos
Autor: Manuela Marques Tchoe
Páginas: 96
Ano: 2017
Editora: Independente
Gênero: Contos brasileiros
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse:
Explorar os quatro cantos do mundo, viver em terras estrangeiras... para alguns, um sonho; para outros, apenas saudades!

Dez histórias que cruzam continentes, exploram o choque de culturas, o amor dividido entre a terra natal e novos horizontes além das fronteiras tupiniquins. Mistério, romance, drama, humor… como numa colcha de retalhos, elas se costuram em tramas únicas, transcendendo experiências da vida de imigrantes, viajantes, nômades.

Conheça o homem corporativo que procura por um sentido na vida no Camboja; Uma mulher com câncer terminal que se apega à vida a cada viagem, sua última na Grécia; Três irmãs que se unem para se despedir da mãe na Índia; Dois amigos que exploram a Praga judaica e descobrem mistérios além da imaginação; Amantes que vivem as delícias e perigos de um amor multicultural.
Resenha:


Gosto de livros de contos há tempos, por isso esse ano já li dois. Sim não me aguentei....kkk
   Esse livro de contos contém 10 contos que ora são nômades, ora viajantes, ora pessoas que fazem intercâmbios, enfim são muitos países e único retratado de fato no Brasil, é um na Bahia, lugar que ainda não conheço, mas tenho curiosidade.
Tiveram contos que gostei muito e outros nem tanto, porém li todos, e cheguei a conclusão que vale a pena ler e conferir essa leitura tranquila, agradável e prazerosa de histórias curtas.

   Em alguns contos foi um pouco difícil saber quem narrava, se era uma mulher ou homem, na maior parte  realmente pensei que todos eram narrados por mulheres, entretanto quando chega no meio ou um pouco antes, conseguimos saber quem narra.

 Cada conto pode ser lido sem ordem e não afeta em nada, pois cada um é bem diferente não só pela questão de ser em países bem diferentes, mas também por não serem ligados de nenhuma forma.

Os contos mais que gostei e que foram gostosos de ler são: Tempestade de areia, A dançarina de pedra, Meia-noite na fronteira, Á sombra da cerejeira. Os demais contos ou achei que poderiam ser melhores. Ou faltava alguma coisa, estavam um pouco confusos,  como o conto: O anel de Salomão, não consegui entender no começo quem narrava, onde de fato eles estavam, se o irmão ou amigo estava falando com o narrador ou se estava vivo ou se estava morto e falava por algum lugar, enfim não compreendi a finalidade desse conto e é só um exemplo do porque achei confuso.
   Portanto, vale a pena ser lido, pois tem bons contos e como eu gosto , é difícil não indicar, porque são sempre histórias que de uma forma sutil nos acrescenta ou nos passa uma reflexão, para a vida ou para as realidades que existem no mundo.

Nenhum comentário

Postar um comentário