Páginas

Big Rock (Big Rock #1) - Lauren Blakely

19 de fevereiro de 2019

Título: Big Rock
Autor: Lauren Blakely
Páginas: 224
Ano: 2017
Editora: Faro Editorial
Gênero: Chick-lit / Erótico/ Literatura Estrangeira / Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse:
A maioria dos homens não entendem as mulheres
Spencer Holiday sabe disso. E ele também sabe do que as mulheres gostam.
E não pense você que se trata só de mais um playboy conquistador. Tá, ok, ele é um playboy conquistador, mas ele não sacaneia as mulheres, apenas dá aquilo que elas querem, sem mentiras, sem criar falsas expectativas. “A vida é assim, sempre como uma troca, certo?”
Quer dizer, a vida ERA assim.
Agora que seu pai está envolvido na venda multimilionária dos negócios da família, ele tem de mudar. Spencer precisa largar sua vida de playboy e mulherengo e parecer um empresário de sucesso, recatado, de boa família, sem um passado – ou um presente - comprometedor... pelo menos durante esse processo.
Tentando agradar o futuro comprador da rede de joalherias da família, o antiquado sr. Offerman, ele fala demais e acaba se envolvendo numa confusão. E agora a sua sócia terá que fingir ser sua noiva, até que esse contrato seja assinado. O problema é que ele nunca olhou para Charlotte dessa maneira – e talvez por isso eles sejam os melhores amigos e sócios. Nunca tinha olhado... até agora.

Resenha:


Ele tem todos os talentos. Algumas vezes, tamanho é documento.



Você não vai querer um diamante minúsculo no dedo se puder ter um de três quilates. Não vai querer uma nota de um dólar se puder ter uma de cem. E não vai querer cavalgar pelos campos sobre um pônei se puder escolher o maior e mais garboso de todos os garanhões.
Por quê? Porque os grandes são os melhores.
E proporcionam mais diversão. Pergunte a qualquer mulher que já tenha pronunciado a terrível frase "Já está dentro?". Nenhuma mulher jamais teve de me perguntar isso. Você deve estar se questionando agora: "Mas qual é o tamanho dele?" Vamos com calma. Um cavalheiro não revela essas coisas. Eu posso ser mestre na arte de trepar, mas também sou um cavalheiro.


Spencer e Charlotte são amigos desde muito tempo. Eles tem aquela cumplicidade linda e diferente, juntos comandam um negócio de sucesso. Quando o pai de Spencer resolve vender o negócio da família, ele fica feliz por finalmente o pai poder descansar com a mãe e quer ajudar na venda a todo custo.
O problema é que o comprador é daqueles homens que prezam pela boa imagem, na verdade ele tem pensamentos e atitudes bem arcaicas e Spencer é conhecido como um playboy rico e solteiro.

Claro que ela queria. Depois que você prova filé-mignon, fica difícil voltar a carne de segunda.


Para ajudar, Spencer acaba inventando que está apaixonado por Charlotte, que eles finalmente perceberam que não eram apenas amigos e decidiram se entregar ao amor.
Charlotte mesmo relutante, aceita ajudar o amigo de longa data, e de quebra ainda consegue tirar do seu pé o antigo noivo, que ela pegou transando com a corretora em um apartamento que eles iriam comprar.

— Parece que vou bancar a sua noiva pela próxima semana, Passarinho. Nós temos de ir comprar um anel às duas horas, então precisamos ajustar bem as nossas informações.


Os dois pombinhos entram de cabeça na atuação, discutem uma linda e maravilhosa história de amor, trocam alguns beijos, para que não fique " estranho" na hora de se beijarem na frente de outras pessoas. O problema, é que Spencer começa a sentir coisas que jamais pode imaginar sentir com Charlotte, afinal ela é sua melhor amiga, ele não pode estragar essa amizade quando o noivado de mentira chegar ao fim. Mas tudo em Charlotte o fascina, desde seu cabelo sedoso ao seu cheiro, manter suas mãos longe dela é um trabalho árduo.

Porque eu estou ferozmente atraído por ela — eu entendi isso ao longo das últimas quarenta e oito horas. É uma atração selvagem. Não, é ainda pior: uma atração selvagem, insana, estratosférica.

Mas Charlotte também está atraída por Spencer, e acaba pedindo que enquanto eles estiverem fingindo o noivado que também transem, é claro que Spencer aceita. Os dois iniciam uma nova fase nesse relacionamento, ele impõem algumas regras é claro, mas eles não as cumprem. As coisas acabam não saindo como o planejado, e a venda da joalheria não acontece, mas parece que isso no fim, seja algo muito bom!

Eu adoro cada detalhe da porcaria do universo, cada coisa, por mais insignificante que seja! E sou o canalha mais feliz do mundo, aqui e agora, nesta sala, com a mulher que eu amo! Mas é isso! Sim, é esse o significado contido na sopa de letras. Eu quebrei a principal regra básica, a maior de todas! Estou apaixonado pela minha melhor amiga.


O livro é narrado em primeira pessoa por Spencer, é sempre uma aventura poder ler a versão masculina. O livro é bem leve e fluído, muito divertido e tem aquelas cenas eróticas que a gente ama, super bem escritas e nada exageradas! Já quero ler o próximo e saber mais sobre Nick e a irmã de Spencer!

Não deixem de ler!
Beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeijocas :*

3 comentários

  1. Não vejo a hora de dar sequência nesta série de livros da Lauren!!!
    Li Big Rock tem um tempinho e me apaixonei pela forma da autora conduzir o romance entre o casal. O cuidado por já serem amigos, mas também o desejo ali, exposto em cada cena que eles se encontravam.
    Sou fã do gênero e com certeza quero muito mais livros da autora.
    Super recomendado!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá! Adorei o enredo desse livro, foi uma leitura bem divertida, Spencer é ótimo, li em apenas algumas horas, eu pisquei, e já estava no final.

    ResponderExcluir
  3. Não sou muito de ler os quotes nas resenhas mas dessa vez não resisti. Aliás, temos quotes de tirar o folego, não? Fico imaginando todo esse enredo. Aliás, esses relacionamentos de mentirinha... só podem acabar de um jeito. Adorei a ideia de tudo. Quero muito ler.

    ResponderExcluir