Quarta Romântica #10 "As garras do desejo" ( A Lenda dos Quatro Soldados #3) - Elizabeth Hoyt

3 de agosto de 2022


  Título: As garras do desejo

Autor: Elizabeth Hoyt

Páginas: 313

Ano: 2020

Editora: Record

Gênero: Romance de época / Romance

Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon ( disponível gratuitamente para assinantes do Kindle Unlimited)
Nota: 

Sinopse: 
Poderá a fera machucada confiar seus desejos mais secretos a uma bela mulher com um passado turbulento e viver uma grande paixão?
A vida do soldado do livro As garras do desejo, Sir Alistair Munroe, era viajar exaustivamente para estudar, catalogar e publicar livros sobre a fauna e a flora. Porém, ele precisou lutar pela sua sobrevivência como soldado na guerra entre franceses e britânicos em suas colônias na América. Depois de retornar com muitas cicatrizes físicas e emocionais, o recluso naturalista se esconde em seu castelo na Escócia. No entanto, quando uma bela e misteriosa mulher bate à sua porta, os sentimentos que tanto reprimia vêm à tona novamente.

Famosa por sua beleza, Helen Fitzwilliam viveu os últimos anos desfrutando do luxo da alta sociedade. Disposta a fugir dos erros do passado, aceita trabalhar em um castelo como governanta em troca de abrigo. Helen está determinada a começar uma nova vida e não vai deixar que nada a afaste de seu propósito.

Alistair logo descobre que Helen é muito mais que uma mulher bonita. Corajosa e sensual, ela não se deixa intimidar pela hostilidade dele nem pelas cicatrizes em sua pele, e fica intrigada com a ferocidade do misterioso homem. Mas, quando Alistair começa a acreditar no amor verdadeiro, o passado secreto de Helen ameaça separá-los. Agora, os dois precisam lutar pela única coisa que nunca acreditaram que encontrariam: um final feliz.




Resenha:

Por : Denise ( Eu Pratico Livroterapia)

O meu favorito até agora!


De verdade, dos três, foi o que eu mais gostei. Aqui não temos quase nada dos mistérios que os dois primeiro tiveram, tivemos mais romance do que qualquer outra coisa, mas ainda assim, pouco romance até, temos cenas hots...claro que temos mais não muito. Mais do que eu gostaria, confesso, mas dá pra ler numa boa!


Novamente li com a Yohanna, me sentido excluída pois ela não me conta nada, mas conta tudo para a Vivian. Esta brincadeira está virando palhaçada e eu estou ficando meio encucada com a falta de amor que elas demonstram por mim e pela minha paixão por spoilers.


Elas claramente não me amam e ficam lá fofocando pelas minhas costas. O pior foi que a Yohanna lia e surtava, mas não me contava os surtos!


Ah gente, eu estou amando estas quartas feiras, de verdade, está super divertido e saber que pelo menos um romance de época vou ler com certeza por semana.....ahhhh....é ótimo!


Vamos para o último, estou curiosíssima e não faço ideia de quem seja o nosso casal!




Agora, o que achei dessa leitura!

Alistair não era um soldado, ele estava com o vigésimo oitavo regimento apenas para fazer pesquisa para seu livro. Mas quando o regimento foi atacado, ele não pensou duaz vezes e lutou, assim, foi pego pelo inimigo. Ele ficou com cicatrizes em seu lado esquerdo do rosto, teve seu olho arrancado e por isso, ele se esconde no castelo de sua família na Escócia. Sempre que sai, moças desmaiam e gritam e todos o olham como se ele não fosse alguém digno de sair na rua.

"ELAS SEMPRE GRITAVAM. Sir Alistair Munroe fechou a cara para a mulher com os filhos em sua escada."

Quando uma mulher e duas crianças batem em sua porta no meio da chuva, ele as deixa entrar, mas acha completamente estranho a mulher afirmar que será sua nova governanta quando ele não estava atrás de uma.

Helen se encantou pelo Duque de Lister quando ainda era bem jovem. Assim, ela se tornou amante dele, anos depois e com dois filhos, ela não está mais satisfeita com a vida que leva. Então com a ajuda de Melisande, ela vai para a Escócia. Lidar com Alistair não é nada fácil, apesar de ser um homem muito inteligente, ele não tem muito jeito com as pessoas. E por diversas vezes é rude, inclusive manda Helen embora com as crianças em uma carruagem alugada.

Com medo de ser encontrada pelo Duque, Helen toma uma decisão, contrata alguns empregados para dar jeito no lindo, porém sujo castelo, que precisa de diversos reparos, pelos anos de abandono. Helen jamais precisou fazer nada enquanto era amante do Duque, sempre teve uma vida luxuosa, com diversos empregados, mas ela quer o melhor para seus filhos, mesmo que tenha que fugir para isso.

Helen e Alistair são incríveis juntos, ela é bem paciente com ele, apesar de sempre falar o que quer. Já Alistair, por mais rabugento que seja, tem um coração mole. Desde que voltou da guerra, vive isolado e isso o tornou frio, está claro que ele precisa de afeto, mesmo que ele ache que Helen vai se cansar dele e que eles não podem ter um futuro.

" E foi então que Helen sentiu: algo se soltando, se libertando. Seu coração se livrou das amarras e saiu correndo, fugindo do seu alcance, do seu controle. Completamente livre, seguindo na direção daquele homem complexo, irritante e tão fascinante."






Alistair é o tipo de personagem que você se encanta, ele pode parecer amargurado, mas quem não ficaria ? Seu rosto foi desfigurado e a reação das pessoas sempre é a pior possível. As brigas entre os dois são sempre muito divertidas e os filhos de Helen trazem essa pegada família para a história, inclusive, Alistair sem perceber, faz coisas pelas crianças, que o pai jamais fez. Ele dá atenção e carinho, do jeito dele, mas mesmo assim, carinho. O romance entre Helen e Alistair se desenvolve aos poucos e quando as coisas esquentam, ah elas esquentam de verdade!

O final, claro, foi recheado de ação, um plano que tinha muito para dar errado e algumas informações sobre o suposto traidor do regimento, porém, ficaram muitas respostas pela metade. Um livro para se apaixonar e de deixar o coração bem quentinho!

Ps: Segui plena sem dar nenhum spoiler para a Denise, logo que finalizei a leitura desse, iniciei o quarto, e SENHOR! Mandei um áudio de nove minutos para a Vivi surtando, sem acreditar! Não dei spoiler para a Dê, porque ela fez a Dori e fingiu que não lembrava de nada quando estávamos lendo os Canalhas!

Até a próxima quarta!

Um comentário

  1. E o castigo pra Denise continua e eu amo tudo isso rsrsrsrs(ainda avisa que confabulou com a Vivian pelas costas da pobrezinha) valha-me com amigas como vocês(mas por favor,continuem fazendo isso rsrsrsrs)
    Eu ando amando muito as Quartas no blog, aliás, amando muito as dicas e sensações que ler sobre um gênero que quase não leio, andam me trazendo!!!
    É tudo tão novo a animador!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir