O Conde Enfeitiçado (Os Bridgertons - 6) - Julia Quinn

30 de julho de 2018

Título: O Conde Enfeitiçado
Autor: Julia Quinn
Páginas: 304
Ano: 2015
Editora: Arqueiro
Gênero: Romance de Época
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 

Sinopse: Toda vida tem um divisor de águas, um momento súbito, empolgante e extraordinário que muda a pessoa para sempre. Para Michael Stirling, esse instante ocorreu na primeira vez em que pôs os olhos em Francesca Bridgerton.Depois de anos colecionando conquistas amorosas sem nunca entregar seu coração, o libertino mais famoso de Londres enfim se apaixonou. Infelizmente, conheceu a mulher de seus sonhos no jantar de ensaio do casamento dela. Em 36 horas, Francesca se tornaria esposa do primo dele.Mas isso foi no passado. Quatro anos depois, Francesca está livre, embora só pense em Michael como amigo e confidente. E ele não ousa falar com ela sobre seus sentimentos a culpa por amar a viúva de John, praticamente um irmão para ele, não permite.Em um encontro inesperado, porém, Francesca começa a ver Michael de outro modo. Quando ela cai nos braços dele, a paixão e o desejo provam ser mais fortes do que a culpa. Agora o ex-devasso precisa convencê-la de que nenhum homem além dele a fará mais feliz.No sexto livro da série Os Bridgertons, Julia Quinn mostra, em sua já consagrada escrita cheia de delicadezas, que a vida sempre nos reserva um final feliz. Basta que estejamos atentos para enxergá-lo. 




Leia as resenhas anteriores aqui.

Resenha: Devo confessar que estava profundamente irritada, pois nos livros anteriores Francesca aparecia, ou alguém falava nela, mas ela já estava casada a 2 anos. Depois, em outras leituras, quando falavam nela, estava viúva a 4 anos e eu ficava pensando o que raios ela tinha que casou, ficou viúva e jamais conhecemos a sua história!

Pois bem! Eis que minhas perguntas serão respondidas!

Realmente, Francesca casou com John Stirling, seu casamento durou dois anos, segundo ela, dois anos muito felizes. John tinha um primo, Michael, que foi criado consigo como irmão mais novo, e trouxe esse primo para o convívio de sua esposa. Não! Nada de triângulo amoroso, felizmente! E não é que Michael se apaixonou por Francesca no primeiro momento que a viu? Exatas 36 horas antes do casamento.

Michael era acima de tudo, um homem honrado e fez o possível para esconder seu amor por Francesca, ainda que ela o tivesse por amigo e confidente. E teve sucesso. Apesar de ter sido criado pela família, ele não teria direito a herança ou ao título, era apenas um primo. Não queria nada além da amizade de seu primo, e ela a tinha, a companhia de Francesca e conseguir manter seu amor guardado bem lá no fundo do coração.

E ele conseguiu, por dois anos, ele conseguiu. Manteve a amizade, não invejava o primo por tudo o que ele tinha e merecia a confiança depositada nele.

"Mas, por mais que tentasse, não conseguia pensar no que mais poderia ter feito. Não queria tê-la magoado. Não fora algo pensado e decidido. Ah, sim, acho que vou agir como um asno."

Um dia John acordou reclamando de fortes dores de cabeça, mas ora...não era nada! Nada havia com que se preocupar. Era só uma dor de cabeça, e após Francesca voltar de um passeio com Michael, eles encontram John morto.

Tudo vira de cabeça pra baixo. Michael se culpa, por ter desejado a esposa do primo, acha que está sendo castigado e vai embora. Por quatro anos ele abandona tudo e todos. Francesca fica sozinha administrando o que deveria ser administrado por Michael.

Quando ele enfim volta, achando que poderá retomar a vida e a amizade de Francesca, a realidade o pega completamente desprevenido e ele se vê novamente frente a frente com seu grande amor, que justamente agora, resolve que deverá encontrar um marido e casar novamente.

"Mas bastou um olhar a Francesca Bridgerton para apaixonar-se tão total e perdidamente por ela, que foi uma maravilha conseguir manter-se em pé."

Então, terá Michael coragem de se declarar? E como Francesca e todos os envolvidos verão isso? Ele enfim vai entender e aceitar que o que acontecera com John nada tem a ver com o amor dele por sua esposa???

"Ele se acomodou outra vez sobre os travesseiros e sorriu. Até podia ser um  paciente irritante, mas ela era uma enfermeira rabugenta. O que, a seu ver, estava ótimo." 

Bom, se eu gostei???? Como não gostar de qualquer livro da autora???? Eu não consigo. Além das histórias lindas e que, sempre têm um final feliz, a narrativa dela encanta. A leitura acaba sem ao menos percebermos. Os diálogos e os costumes trazidos nas obras dela são um show à parte. Cheios de graça, divertidos e atrevidos na medida certa, os personagens são bem construídos e cativantes, não há como não simpatizar com eles.

“Como era possível que um beijo pudesse superar cada uma de suas fantasias? E com seis anos para fantasiar, ele havia imaginado um beijo de tirar o fôlego. Mas aquilo… aquilo tinha sido mais. Tinha sido melhor. Era… Era Francesca.”

Nesse livro, as cenas mais "atrevidas" foram mesmo mais atrevidas do que nos anteriores. A Francesca já fora casada e meio que já sabia alguma coisa, então, né....mas nada de mais, eu não gosto de hot e pulo as cenas, e não foi o caso de pular aqui, são bem tranquilas.

Então, se você tem alguma dúvida quanto à leitura, se joga!!!! Eu recomendo e se você ainda não leu nenhum romance de época (que foi o meu caso até conhecer esta incrível família) vai fundo que não irá se arrepender!!!

9 comentários

  1. Sou fã incondicional do trabalho da Julia também e mesmo não tendo lido nenhum dos livros desta série, tenho acompanhado todas as resenhas anteriores e torcido muito para conseguir começar ela em breve.
    A autora pode até nos fazer pensar que ela deixou passar algo, mas ela aparece e sempre traz as respostas sim!rs
    Espero ler!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá Denise!
    É mais um livro da autora que entra para os meus desejados, qro mto conhecer obras dela, a escrita parece que além de ser mto boa fez mtos leitores ainda mais satisfeitos com a história, espero mto ter uma oportunidade para ler os livros.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oi Denise.
    Que bom que as suas perguntas foram respondidas nesse livro!
    Adoro romances de época, mas os livros da Julia Quinn não me prendem e olha que já tentei várias vezes. A escrita da autora é boa, mas não sinto uma conexão com os personagens.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Denise,
    Esse é o livro mais diferente da série, já que mostra uma mocinha que já tem uma opinião formada é um certo conhecimento por conta do casamento. Confesso que se o caso fosse triângulo amoroso, eu também não iria gostar, mas a autora soube conduzir bem o romance, colocar na hora certa os sentimentos, enfim, Júlia Quinn mais uma vez encanta!
    Já li os primeiros da série, e pretendo ler as continuações.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá! Realmente não tem como não amar a escrita da Julia, a mulher simplesmente arrasa e nesse livro senti um pouco mais a carga emocional que cercou a vida Francesca e foi impossível não derramar algumas (muitas) lágrimas e ficar naquela torcida para ela ter o sonho realizado.

    ResponderExcluir
  6. Olá Denisse! Já estou com todos os livros na lista de desejados, ainda mais de saber que terá adaptação na Netflix. Sempre leio excelentes resenhas sobre os livros e assim como a tua ( dei uma lidinha por cima) realmente parece ser aquele tipo de livro que a gente " devora". Tenho como meta começar ainda este ano e conhecer melhor essa família ♥

    ResponderExcluir
  7. Oi, então eu não acho a escrita da Julia a melhor coisa do mundo, confesso que sou mais fã de Lisa e Sarah, recentemente li muita Tessa e ela também é maravilhosa. Eu já li esse livro e lembro que na época eu achei que tinha lido o livro errado porque não gostei tanto da leitura como as minhas amigas que estavam lendo na mesma época, não sei se foi uma fase ruim mas já foi. Ainda bem que você gostou.

    ResponderExcluir
  8. Denise!
    Adoro os romances históricos e o conde enfeitiçado me parece um livro fabuloso.
    Ainda mais sendo mais um livro da série da Julia queen.
    As vezes fico tão frustada por querer ler todos esses livros fabulosos e não ter condição...
    Que a semana seja abençoada!
    “O prazer dos grandes homens consiste em poder tornar os outros felizes..” (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Que fofo..o livro de Julia Quinn, sempre sendo clichê e super fofo..Eu estou desejando muito inicia a leitura dessa serie, já tenho os dois primeiros livros o problema falta inicia a leitura né...kkk

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir