A Princesa Escondida - Laura Machado

4 de maio de 2018

Título: A Princesa Escondida
Autor: Laura Machado
Páginas: 416
Ano: 2017
Editora: Novo Século
Gênero: Ficção, Infantojuvenil, Romance
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota: 
Sinopse: À primeira vista, Elisa Pariseau é uma garota normal. Como todos os jovens de Parforce, ela vai para uma Escola Preparatória, estilo internato, antes de ir para a universidade. Só uma coisa a separa dos outros: ela é uma princesa e a terceira na linha de sucessão do trono. Único detalhe? Ninguém pode saber!
Não que ela se importe, já que, na sua cabeça, há problemas maiores. Ela já não gosta mais de sua melhor amiga, está se interessando pelo cara mais popular da escola e é um alvo fácil para um blog de fofocas. Mas talvez o mais complicado seja entender o que se passa entre ela e seu grande amigo de infância, agora seu guarda pessoal. Além disso, Elisa é inscrita, contra sua vontade, em uma competição da escola. No meio de tanta confusão, quem tem tempo para se preocupar em esconder sua identidade?
É um ano tumultuado na escola e ainda mais em seu coração. Altas emoções e grandes decisões. Descubra o que mais o destino guarda para ela ao ler as páginas emocionantes de seu diário.


Resenha:

Elisa Pariseau é uma menina de 17 anos, que estuda na Casa das Artes em Belforte, em Parforce.

A menina é uma princesa. Só que ninguém conhece a sua identidade. Todos sabem que o rei e a rainha têm três filhos, os dois mais velhos, um casal, são conhecidos, mas a mais nova, não! Ela foi criada escondida, desde bebê.

"...Pelas Luzes.Como assim?Porque sem a escuridão, não conseguiríamos ver a beleza das luzes, não conseguiríamos dar o devido valor ao brilho delas. Sem a escuridão, elas não são nada."

Pouquíssimas pessoas conhecem a identidade de Elisa, que na verdade é Eliese Lockhart, entre eles estão Portia, que até então era sua melhor amiga e Ben, seu amigo de infância, filho de uma empregada do castelo, que se tornou guarda e foi para a escola para protegê-la.

"Na minha opinião, existem sempre dois tipos de pessoas no mundo. Tem quem prefira chá e quem não consiga viver sem café."

A vida da menina é relativamente sossegada no que diz respeito aos holofotes, como ninguém a conhece, nada acontece. Só que aos dezoito anos sua identidade será revelada e essa data se aproxima.

"Se eu quiser ter um compromisso mais sério com ele, precisa ser de uma vez. Precisa ser de verdade, cartas na mesa, sentimentos à mostra e tudo que vem com isso. No entanto, a decisão não é só ser chamada ou não de namorada, mas contar ou não quem eu sou de verdade. E isso eu não sei se consigo fazer."

Entre as aulas, os bailes na casa dos pais e os novos amigos que a garota faz, ela começa a se perguntar se a amizade que tem com Portia é verdadeira mesmo, já que ela parece não se importar, ou mesmo respeitar Elisa. Ao mesmo tempo, ela começa a se envolver com Matt Wickham, o cara popular da Escola, alguém que a menina não gostava nem um pouco, mas conhecendo melhor, viu que sua implicância não tinha sentido ou motivo.

"Assim que senti seus lábios me interrompendo, lhe devolvi o beijo. Quanto mais a gente se beijava, quanto mais eu gostava, mais queria lhe empurrar e dizer que era um idiota e que aquilo não mudava nada. Até cheguei a fazer isso uma vez, mas ele só concordou com a cabeça e voltou a me beijar."

A leitura é feita em forma de diário, onde a princesa narra seus dias, seus pensamentos e desejos, ali a conhecemos melhor e aos seus amigos, entendemos o distanciamento dela e de Portia e a aproximação dela com Matt, as dúvidas e incertezas em relação à Ben, até então, apenas uma amigo.

"Eles estavam todos perfeitos. Um rei, uma rainha, um príncipe e uma princesa. Eram quase como um quadro pintado, a família perfeita. Era de se esperar que me escondessem mesmo. Não era como se precisassem muito de mim."

Vivemos as desventuras de uma típica adolescente, dramática e exagerada, que faz de um probleminha algo terrível. A história é boa, os personagens são legais, mas achei Elise mimada e superficial demais. Extremamente dramática torna a história um pouco cansativa. Espero que no próximo livro ela esteja mais madura.

É uma narrativa bem leve. Simples, mas não espere lá muita coisa não, uma leitura para quem não quer nada muito profundo, apenas mais um romance adolescente que eu recomendo se você quiser apenas uma história para relaxar, sem grandes tramas!


7 comentários

  1. Que capa deste livro hein? Caramba, quando a vi pela primeira vez já fiquei babando.
    Mas realmente não parece ser o tipo de história que tenha muitos elementos, muito enredo.
    Um drama leve de uma menina jovem(aliás, que vidinha né? viver escondida...eu hein?!!
    Se tiver oportunidade, quero ler, mesmo sem pretensão nenhuma.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá Denise,
    Gostei da sinopse e da capa desse livro.
    Pena que pela sua resenha, a protagonista parece ser bem irritante, e isso as vezes me incomoda durante a leitura.
    Estou em duvida se leio esse livro.

    ResponderExcluir
  3. Olá Denise!
    Ando lendo bastante livros leves como ete, gostei mto de conhecer, a capa é linda e o enredo me chamou atenção, a escrita parece ser bem agradável tbm, vou add aos desejados.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Denise!
    Gosto de livro escritos em forma de diário.
    Faz tempo que não leio livros mais adolescente e ver que a protagonista é mimada e faz 'um bicho grande' de um pequeno problema, não me interessou não.
    “Um homem pode ser destruído, mas não derrotado.” (Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MAIO – 4 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Denise!
    Não curto romance adolescente, assim como também não gosto de personagens como a Elise - dramatica, mimada... - e confesso que esse cenário da realeza com uma princesa adolescente não faz o meu estilo de leitura, por isso eu não leria A Princesa Escondida, mas quem sabe o próximo livro acabe me interessado?!...
    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Adorei essa ideia de um livro diário onde ela conta tudo que acontece no seu dia, é novidade para mim. Imagino a loucura que a vida da Elise deve ser, tendo que esconder essa identidade em meio a todo esse caos que é a adolescência, pelo que percebi ela vai se apaixonar pelo Ben será ? torcendo pra isso. Que pena que o livro se tornou cansativo, isso desanima mesmo a leitura mas esperemos que o próximo mude isso

    ResponderExcluir
  7. Oiee!
    Infelizmente não vi nada demais nesse livro, nenhum grande acontecimento ou reviravolta que me fizesse querer ler o livro. Achei tudo muito vago e sem grandes acontecimentos. Não pretendo ler.
    Bjs!

    ResponderExcluir