Destinado - Carina Rissi

4 de abril de 2018

Título: Destinado
Autor: Carina Rissi
Páginas: 462
Ano: 2015
Editora: Verus
Gênero: Romance, Literatura Brasileira
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon
Nota:  
Sinopse: Ian Clarke é um homem de sorte e sabe muito bem disso. Ele encontrou a felicidade que tanto almejava ao lado de sua amada (e complicada) Sofia. Não que tenha sido fácil mas o que é simples quando o assunto é sua esposa? O destino tem sido gentil, e por essa razão Ian se esforça tanto para ser um bom marido, um bom pai, um bom irmão.
Entretanto sua felicidade começa a ruir no baile de aniversário de sua irmã, Elisa. Ian assiste, impotente, enquanto sua vida perfeita se transforma em uma terrível catástrofe. A noite é desastrosa, e Elisa, a menina que ele jurou proteger, se torna alvo de um escândalo.
Mas o pior ainda está por vir. Um assunto do passado, um pesadelo que há muito o persegue, retorna para assombrá-lo. Aterrorizado com a possibilidade de perder Sofia outra vez, Ian segue seu coração na tentativa de proteger a mulher que ama, sem se importar com as consequências. Ele só não suspeitava de que o preço a pagar seria tão alto...
Em Destinado: as memórias secretas do sr. Clarke, os leitores vão conhecer um novo capítulo da arrebatadora história de amor de Ian e Sofia desta vez pela perspectiva desse cavalheiro que conquista corações por onde passa.

Veja os livros da autora resenhados no Blog aqui.

Resenha: Até agora posso dizer que é o meu livro preferido da série! Quando soube que seria narrado pelo Ian, meio que torci o nariz porque achei que sem a narração da Sofia iria perder a graça totalmente, mas me enganei...o Ian é demais!!!!

O rapaz sério e requintado deu lugar a um moço safado e desbocado, conhecer o ponto de vista dele, a forma como ele vê a Sofia e o quanto ele é dedicado à ela e depois à filhinha é maravilhoso!

Durante a leitura, somos levados através dos pensamentos do Ian a vários episódios do passado dele e de Sofia e é muito legal entender como ele pensava, como ele via Sofia (que coisa mais linda essa parte gente) e porque ele agia como agia com ela.

Elisa está de aniversário e durante a festa, é flagrada com Lucas, e acaba vendo sua reputação comprometida, um noivado é anunciado e Elisa, contrariada, briga com o irmão, já que apesar de amar Lucas, não quer um casamento forçado. Depois de uma briga feia com seu irmão, ela some, sem deixar rastro.

Acontece que Ian havia, naquela mesma noite, encontrado o celular de Sofia, que ele chama de máquina do tempo. Ele escondeu, mas Elisa o achou e sem aviso, foi enviada para o tempo de Sofia, quase 200 anos à frente!

Ian e Sofia precisam encontrar a menina além de descobrir porque o celular voltou, antes que o futuro deles sofra mudanças que possam fazer com que a vida deles mude e eles se percam um do outro para sempre. Só que agora a vida não é só os dois, eles têm uma filha, então além de ter que consertar tudo por eles, têm que fazer também pela filha...e por Elisa!

Ian no futuro é impagável. Tudo é estranho para ele, claro e a maneira que ele descreve os objetos que para nós são comuns é divertidíssima. Claro que ele e Sofia procuram Nina e seu marido Rafael, que se juntam aos amigos na busca de Elisa. Enquanto isso, até em um Show eles acabam indo e o danado do rapaz aprende as coisas do "futuro" bem rapidinho, até a dançar com Sofia!

Obviamente, eles encontram Elisa, acontece que por conta desse sumiço da menina, consequências virão e eu tenho a impressão que essa é uma história para um próximo livro...espero!

Enfim, eu meio que já dei a minha opinião no início, mas vou reforçar. A narrativa feita pelo Ian é perfeita. A forma como o conhecemos, como conhecemos seu pensamento, seu amor e dedicação pela Sofia, só agrega à série, nada do que pensei antes foi confirmado, me enganei e felizmente me enganei muito. A história não perdeu o brilho em momento algum por ser contada por ele. Muito pelo contrário, não poderia ter sido diferente quando entendemos porque eles se meteram na confusão que se meteram.

E quando a gente pensa que o livro está terminando, a autora trás uma surpresa aterrorizante e eu confesso que se não tivesse o hábito de ler a última página antes, leria para saber se tudo foi resolvido, pois parecia que não daria tempo de tanta confusão ser colocada em ordem!

O final foi bem amarradinho, apesar de ter deixado um gancho para um próximo livro, não precisaria.
Não preciso dizer que a leitura é muito mais que super recomendada a todos que gostam de humor, romance, aventura e surpresas!!!!!

"Eu me perdi nos lábios da mulher que criara todo o tipo de confusão e problema em minha vida. Que riscara as palavras "paz" e "Sossego" de meu vocabulário. Que mostrara que a vida perfeita é construída de momentos imperfeitos, como todos os que nos levaram até aquele instante, em que nossa história continuava. E continuaria. Sofia era tudo o que eu queria, tudo de que eu precisava e sempre precisaria."


"Então uma coisa me trazia alento: o impossível acontece se você acreditar."


"Olha, Lucas, você é um cara muito legal, mas eu já te falei que mulheres não sabem ler mentes. Custava ter demonstrado só um pouquinho de alegria, que você realmente queria pedi-la em casamento em vez de parecer que estava apenas tentando não ser enforcado pelo Ian?-Mas o senhor Clarke não me permitia respirar - Não me culpe - resmunguei. Foi você que começou isso ao levar a minha irmã para o jardim. Você sabia que existia a possibilidade de ser enforcado."


"Pelo amor de Deus, nunca vi duas pessoas tão propensas a se meter em encrenca como você e a Sofia! Não é a toa que foram feitos um para o outro."


"Não, não, não. Minha filha não iria gostar daquela atenção. Eu estava certo de que Marina não teria qualquer interesse pelo sexo oposto antes de completar trinta... quarenta anos. Certamente quarenta. Ora, mas que praga. Marina tinha o gênio da mãe. Faria o que lhe desse na telha."


"Marina jamais aceita ser ludibriada. Se quer uma coisa, ela a consegue, de um jeito ou de outro. É ainda mais perspicaz que sua esposa, primo. Uma Clarke, sem dúvida. Será divertido um dia ver os cavalheiros fazendo fila para cortejar uma jovem tão espirituosa.Uma espingarda, decidi. Com toda certeza, eu compraria uma espingarda.E possivelmente uma pá."


"Olha, Lucas, você é um cara muito legal, mas eu já te falei que as mulheres não sabem ler mentes. Custava ter demonstrado só um pouquinho de alegria, que você queria realmente pedi-la em casamento, em vez de parecer que estava apenas tentando não ser enforcado pelo Ian?- Mas o senhor Clarke não me permitia respirar.- Não me culpe - Resmunguei. - Foi você quem começou isso ao levar  minha irmã para o jardim. Você sabia que existia a possibilidade de ser enforcado."

6 comentários

  1. Tenho acompanhado as resenhas desta saga e a cada dia, fico com mais vontade de conhecer todos os personagens e desta vez, o escolhido é Ian..rs
    Quem diria que ele iria querer ser lido assim?
    Acho que Carina construiu um enredo que não deixa dúvidas de seu talento e vai mais um para a lista de desejados.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá Denise!
    Resenha linda, parabéns!
    Estou amando conhecer mais as obras da autora, tô aqui namorando cada um dles e esperando ansiosa pra que uma oportunidade cegue logo e eu possa ler tudinho...
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  3. Olá Denise,
    Tbm gostei bastante desse livro. Saber mais das coisas pelo ponto de vista do Ian foi bem legal. Fora que eu ri muito dele quando as coisas aconteciam e ele não entendia.
    Senti falta de um capitulo extra com a Nina e o Rafa.

    ResponderExcluir
  4. Oi Denise.
    De todos os livros da série, esse foi o que menos gostei.
    Por um lado foi ótimo ver a história sob o ponto de vista de Ian, mas achei um pouco maçante a história. Acho que a autora se estendeu muito nas reviravoltas.
    Mas, gostei bastante do final.
    Agora só falta eu ler o livro da Valentina.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Nossa preciso ler essa série!
    Adoro quando os mocinhos narram fica mais divertido, pois normalmente é do ponto de vista feminino e isso se torna bem comum, do masculino sempre é mais engraçado.
    Estou louca para ver o Ian no futuro.

    ResponderExcluir
  6. Oi Denise.
    A cada resenha me surpreendo mais com a escrita da Carina Rissi... Eu sou do tipo de leitora que ama livros narrados pelos homens, acho tão lindo ver como é o sentimento deles. Nossa, eu juro que imagina que o livro seria tão mais "sério", imagino o quanto deve ser divertido ver Ian no futuro, e junto com a Sofia então, rsrs. Não vejo a hora de ler a série toda!
    Beijos

    ResponderExcluir