Aceitação - Jeff Vandermmer

30 de abril de 2018

Título: Aceitação
Autor: Jeff Vandermeer
Páginas: 368
Ano: 2016
Editora: Intrínseca
Gênero: Ficção científica, terror
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Saraiva, Submarino, Americanas, Amazon
Nota: 
Sinopse: O desfecho da série iniciada com Aniquilação, que originou o filme da Netflix

É inverno na Área X, a misteriosa região selvagem que há trinta anos desafia explicações e repele pesquisadores de expedição após expedição, recusando-se a revelar seus segredos.
Enquanto sua geografia impenetrável se expande, a agência responsável por investigar e supervisionar a região — o Comando Sul — entra em colapso. Uma última e desesperada equipe atravessa a fronteira, determinada a alcançar uma remota ilha que pode conter as respostas que eles tanto procuram. Se falharem, o mundo do lado de fora estará correndo perigo.
Aceitação, o último livro da trilogia, conecta os dois livros anteriores, Aniquilação e Autoridade, em capítulos breves e acelerados, narrados da perspectiva de personagens cruciais. Página após página, os mistérios são aos poucos solucionados, mas as consequências e as implicações dos acontecimentos passados jamais serão menos profundas ou aterrorizantes.


Resenha: Terceiro e último livro da trilogia e tenho que dizer, que talvez por empolgação com o primeiro e a continuação do segundo eu criei expectativas e que não foram totalmente supridas, porém terminou de uma forma, que com certeza muitos esperavam.

"Desta vez, era a respeito de algo chamado "duplicação necromântica", que, pelo que pôde entender, envolvia a construção de um quarto escuro forrado de espelho."

    O livro é dividido em capítulos contados por quatro pessoas que já passaram pelo segundo e terceiro livros são esses: o faroleiro, a diretora, o Controle ou John Rodriguez e a Ave Fantasma. 

A cada capítulo conhecemos um pouco mais de cada um antes, durante ou depois da área X surgir. Entendemos melhor cada um e conseguimos desvendar e compreender que o que exista lá é forte e interligar muitas coisas e não saíra de onde está e/ou é assim que pensamos em um primeiro momento. Onde cada um deles tem sua história ali e que quer entender a área X e o porquê tudo se altera lá e não têm nenhum ser humano vivo.
  
 "Pessoas que fazem perguntas não necessariamente gostam de responder."

As personagens são hora complexas, hora reflexivas demais, porém não é ruim. Só é um pouco exaustivo tentar entender o que cada um está dizendo ou tentando nos falar através de cada capítulo, já que cada um é de uma das quatro pessoas supracitadas.

"Todos. Depois que uma pergunta é feita, o que parecia certo se torna incerto. Perguntas abrem caminho para a dúvida."

Conhecemos pelas passagens do faroleiro como era a área X antes da penumbra transparente aparecer e o que ele se tornou como tentou lutar de todas as formas, para que continuasse a mesma pessoa de sempre. Vemos que antes mesmo da área X existir duas pessoas foram fazer pesquisas para verificar o que havia de diferente que afetaria não só a fauna e flora, mas também as pessoas daquele pequeno vilarejo. Duas pessoas que não falam muito, pesquisam demais e nada, de fato é realmente dito ou comentado, para melhor entendermos.

"Nada existia naquele instante além da planta e daquele brilho que ele não conseguia identificar."
O que está naquela área é algo semelhante a um ser com aparência de caleidoscópio e transparência, com uma forma de água contida e gelatinosa e que não tem como sair de onde está e é bizarro.

Portanto, se você porque viu o primeiro filme baseado no primeiro livro da trilogia quiser arriscar tudo bem, porém lembre-se que o livro é bem mais descritivo e muda muitas coisas e ao meu ver não vale a pena ler os outros dois se for para ver que o que você suspeitava não vai acontecer.




4 comentários

  1. Acabei vendo o filme estes dias e não gostei nadinha.rs
    Daí vieram as resenhas dos dois livros e por momentos, até senti vontade ler,afinal é como você mesma citou, livros são diferentes(sempre).
    Mas como não é um dos meus gêneros favoritos e não senti aquela vontade de ler a trilogia, prefiro passar!rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Raquel!
    Eu já tinha visto o livro, mas não me lembro se li resenhas...
    Gostei mto, apesar de não ter lido mto o gênero nos últimos meses, eu vi o filme e pra ser bem sincera não curti, ficarei com um pé atrás em ler os livros, mas pode ser que eu mude de ideia qdo conhecer melhor.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Oi Raquel.
    Eu li apenas o primeiro livro da trilogia e vi o filme. Eu gostei dos dois, mesmo sendo bem diferentes.
    Ainda pretendo ler a continuação. Gosto quando a história é contada por narradores diferentes. Parece que esse último livro é um pouco mais reflexivo e depende do leitor ler as entrelinhas do que está sendo dito, deixando a leitura um pouco mais densa.
    Mesmo assim, parece uma leitura bem válida. Além de estar super curiosa para saber como essa trilogia termina rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Raquel,
    Não acompanhei todas as resenhas então não conheço completamente a história, mas o que me chamou atenção foi essa narrativa intercalada, nos dando a visão de todos os personagens e como estão lidando com o momento, mesmo sendo descritivo acho interessante.
    Nem conhecia a existência do filme, mais vou buscá-lo para assistir, assim talvez me empolgo com a leitura!
    Beijos

    ResponderExcluir