Autoridade - Jeff Vandermeer

28 de março de 2018

Título: Autoridade - Trilogia Comando Sul #2
Autor: Jeff Vandermeer
Páginas: 384
Ano: 2015
Editora: Intrínseca
Gênero: Ficção científica, terror
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon | Americanas | Cultura | Submarino
Nota: 
Sinopse: A sequência de Aniquilação, que originou o filme da Netflix

Por décadas, o único vínculo humano com a Área X — um lugar cercado por uma fronteira invisível, misteriosamente sem vestígios de civilização — foram as expedições monitoradas pelo Comando Sul, uma agência secreta do governo. Após a tumultuada décima segunda expedição, narrada em Aniquilação, a agência acaba imersa em um completo caos. John Rodriguez, conhecido como Controle, é então nomeado diretor.

Apesar dos funcionários desconfiados e desesperados da agência, da frustração dos interrogatórios e anotações que parecem não levar a lugar algum e das horas e horas de registros em vídeo a pesquisar, Controle começa a desvelar os segredos da Área X. Mas, a cada descoberta, ele precisará confrontar verdades perturbadoras sobre si mesmo e sobre a organização para a qual se comprometeu a trabalhar. Em Autoridade, segundo livro da trilogia Comando Sul, as perguntas mais inquietantes sobre a Área X são respondidas. Mas o que se descobre está longe de ser reconfortante...

Jeff VanderMeer surpreende mais uma vez com uma obra impossível de parar de ler. Uma narrativa tensa, que mescla com maestria terror e ficção científica.




"Elas tinham voltado da décima segunda expedição à Área X. A primeira leda da décida segunda expedição, ou X12. A, para ser mais preciso."

Resenha: Segundo livro da trilogia, que leva o nome de Comando Sul e precisamente é o lugar de frente para Área X. Dessa vez, ou melhor, nesse segundo livro vemos tudo a partir da narrativa do novo diretor do Comando sul, Controle, que usa esse nome, porém chama-se John Rodriguez.
 
Agora é o oposto, vemos tudo de dentro do Comando sul, pelos olhos e narrativa do Controle, assim como, lemos tudo do ponto de vista da bióloga anteriormente. Controle teve uma mãe ausente que é militar, um pai pintor vivia em uma situação difícil e falida, seu avô um militar bruto que pensa que Controle não será um bom e exemplar militar e sua avó que é diferente dos demais e não perde as esperanças com Controle. Pelo que li a bióloga e Controle são muito similares. A narrativa dos dois é no presente, claro no dentro do Comando Sul, o passado contando sua infância, sua última chance de fazer carreira, pois já fez vários trabalhos e não parou e nem se situou em nenhum. Então, aqui estão provavelmente as duas personagens que irá protagonizar o terceiro livro. Posso estar  errada, mas que faz sentido faz e muito.

"Nunca pule uma etapa. Se pular, vai achar mais cinco logo à frente."

 Personagens...

Controle, que realmente tenta e muito se controlar de si mesmo e de suas ações e traz algo que será relevado aos poucos.

Grace, assistente da ex-diretora e do atual. Perspicaz, satírica e persuasiva com tudo que pode ser de seu interesse.

Ave fantasma, sim, a bióloga que aparenta saber mais do que fala e é extremamente observadora e manipuladora.

Whitby, que é um dos cientistas, diz algo que pode estar na Área X, que é terroir. Ele explicará no livro e que é facilmente manipulável, parece saber bem mais do que pesquisou.

"Nunca faça algo por uma só razão."

Um pouco mais da história...

Assim como no primeiro livro, a narrativa é em primeira pessoa, ela é feita por Controle, quem tem seus problemas e demônios dentro de si e tenta profundamente esquecer e se resolver só, pois de certa maneira ele sempre foi só. Mesmo tendo voltado três das quatro mulheres da Área X, Controle faz as entrevista somente com a bióloga, pois ela aparenta saber mais do que diz. Diz não se lembrar, mas suas analogias gravadas não faz justo ao que de fato diz nas atuais entrevistas gravadas. Controle verá por fora a Área X e é muito próxima do que a bióloga viu no Rastejador. As cores indescritíveis, mesmo sendo transparente, não é possível ver nada lá dentro.

Enfim, esse segundo livro é um pouco cansativo em relação ao primeiro, porém vale a pena ler para saber o que mais acontecerá dentro e fora da Área X. A leitura fluiu no kindle, que é uma beleza.

5 comentários

  1. Eu não li o primeiro,mas vi o filme que não gostei nenhum pouco. Agora lendo a resenha deste segundo livro, parece que ainda consegue ser mais cansativo que o primeiro.
    Não digo que não lerei, mas ainda não é o momento para mim.
    Tomara que feche a trilogia melhor!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá Raquel!
    Adorei conhecer o livro, não li o primeiro e creio que por hora não irei conseguir ler, então esse fds vou ver o filme pq a curiosidade é imensa rsrs
    Mas eu qro ter uma chance de conhecer os livros então vai pra listinha tbm.
    bjs!

    ResponderExcluir
  3. Confesso que não fiquei tão empolgada com a leitura de Autoridade,mas como fiquei super com vontade de ler o primeiro livro,daria oportunidade em ler o restante da série.
    Apesar disso espero que o ponto de vista de Controle Seja bem explorado como a da bióloga. Apesar da história se um pouco mais cansativa,espero que Autoridade sirva de um bom interlúdio para o próximo e último livro da trilogia. E acredito que a Netflix deve apostar em melhor adaptação dos outros dois livros.
    Jeff vandermeeer é ótimo,espero que consiga se sair bem na conclusão da trama.

    ResponderExcluir
  4. Eu já tinha visto alguns blogs falando a respeito desse livro mas nunca tive interesse realmente em ler ele até porque convenhamos essa capa não chama atenção mas eu fiquei bem curiosa com a história e o vi que recentemente teve adaptação para Netflix com a Natalie Portman então eu fiquei bem curiosa em relação a isso

    ResponderExcluir
  5. Não li o primeiro volume pois essa é uma temática que não me atrai muito mas pretendo assistir ao filme

    ResponderExcluir