A Rainha Vermelha (A Rainha Vermelha # 1) - Victoria Aveyard

12 de março de 2018

Título: A Rainha Vermelha - A Rainha Vermelha # 1
Autor: Victoria Aveyard
Páginas: 442
Ano: 2015
Editora: Seguinte
Gênero: Fantasia / Jovem adulto / Romance / Literatura Estrangeira
Adicione: Skoob
Onde Comprar: Amazon | Americanas | Submarino
Nota: 
Sinopse: O mundo de Mare Barrow é dividido pelo sangue: vermelho ou prateado. Mare e sua família são vermelhos: plebeus, humildes, destinados a servir uma elite prateada cujos poderes sobrenaturais os tornam quase deuses.

Mare rouba o que pode para ajudar sua família a sobreviver e não tem esperanças de escapar do vilarejo miserável onde mora. Entretanto, numa reviravolta do destino, ela consegue um emprego no palácio real, onde, em frente ao rei e a toda a nobreza, descobre que tem um poder misterioso Mas como isso seria possível, se seu sangue é vermelho?

Em meio às intrigas dos nobres prateados, as ações da garota vão desencadear uma dança violenta e fatal, que colocará príncipe contra príncipe - e Mare contra seu próprio coração.
Resenha: E eis que venho eu com mais uma série...hahahaha....

Faltei com a minha palavra comigo mesma porque eu tinha prometido ao meu pobre coração que não iria mais iniciar nenhuma série enquanto não tivesse todos os livros em mãos! Mas eu li em algum lugar que o lançamento do quarto livro seria em breve, sendo assim, resolvi conhecer Mare e os irmãos Cal e Maven.

Mare Barrow é uma ladra. Não sabe fazer outra coisa, segundo ela, e rouba para ajudar a manter a família nesse estranho mundo distópico que a autora criou! Acontece que esse mundo é governado por alguns poucos que têm sangue prateado e por isso, possuem poderes.

Os prateados se acham superiores, se acham melhores do que os vermelhos, que não possuem poder algum e por isso só servem para servir os prateados, são...descartáveis, não têm importância para a sociedade. tanto que ao completar 18 anos, se não estiver trabalhando, vão para o serviço militar, que consiste basicamente em ir lutar, para defender os prateados e esperar que a morte chegue.

Certa noite, Mare conhece Cal, um rapaz misterioso que ela tenta roubar, mas ele é esperto e percebe, acaba arrumando emprego para ela no castelo, onde vivem o rei, a rainha e os príncipes!

Durante um show - ou uma espécie de duelo velado - entre as pretendentes do príncipe, lá está Mare, para servir os convidados e descobrir que Cal é, na verdade, o príncipe a quem as moças estão tentando impressionar. Um acidente acontece e Mare quase morre, nesse momento descobre que tem poderes, como os prateados, acontece que ela é uma vermelha, seu sangue é vermelho e agora além de ela não saber quem - ou o quê - ela é, acaba virando refém da família real. Fica presa no castelo, como noiva de Maven, o segundo filho, o mais novo que está destinado a ser sempre a sombra de seu irmão.

Eles acabam se aproximando e Mare acaba simpatizando com o noivo, e meio que se conformando com a sua situação, até que  Maven decide que vai ajudar os rebeldes que lutam para que os vermelhos não sejam tão maltratados, ele e Mare acabam se juntando a causa, só para fazer a gente pirar com a reviravolta que a autora providenciou!

Nada é o que parece! O que move o mundo são as intrigas, as mentiras, as enganações e maquinações pelo poder! Tudo gira em torno de poder e de inveja e no final nos vemos completamente absortos por tanta reviravolta! Quando achamos que conhecemos os mocinhos, os vilões e os romances, descobrimos que nada era o que esperávamos!

Uma leitura repleta de ação, mesmo as partes mais paradas são recheadas de surpresas, traições e mentiras, os personagens são cativantes e bem construídos, as maquinações e mentiras convenceram, o final foi perfeito, quando li toda aquela reviravolta achei que não teria sentido, mas... caramba....ficou maravilhoso!

Leitura super recomendada! Vou correndo ler o segundo!

5 comentários

  1. Acredito que você em um frase, tenha resumido tudo: Nada é o que parece!rs
    Terminei este livro com essa sensação, tudo que a gente imagina, a autora vai lá e muda.
    E isso é fabuloso!!!
    Eu fiquei torcendo muito o tempo todo para no final do livro, ficar com cara de alface murcha. É um ritmo frenético, não dá muito para respirar não.
    Super recomendado(e espero sinceramente poder ler ao menos o segundo e terceiro, que ainda não fiz)
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Denise!
    Preciso te confessar uma coisinha... Ganhei esse livro há algum tempinho, sempre pensei que teria algum volume anterior á ele e por isso nunca li, fiquei feliz em saber que já posso começar minha tão esperada leitura...
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  3. Fiquei cativado por sua resenha e vou tratar de ir em busca de Rainha Vermelha! Sabe,desde que li já A guerra dos tronos fiquei fascinada por enredose recheados de reviravoltas,mentiras,intrigas e traiçõestou e enfim,encontrei outra série que sacie minha sede por discórdia...rsrs.Com certeza,vou ler!

    ResponderExcluir
  4. Eu adorei essa serie apesar de muita gente ter dito que era uma coisa mal feita. Devorei o primeiro livro em um dia e chorei de raiva com aquele final. Fui feita de trouxa

    ResponderExcluir
  5. Amo A Rainha Vermelha, lembro que quando li devorei a história e terminei o livro em 2 dias. E mesmo que a maioria diga que esse é um livro mais do mesmo, para mim ele teve sim o seu diferencial, a escrita da autora é super envolvente e não me deixou nada a desejar, já li a continuação Espada de Vidro e confesso que a história deu uma decaída, mas estou ansiosa para ler o terceiro volume e o quarto que está para ser lançado em breve.

    ResponderExcluir